Redação

Escreva um texto dissertativo que tenha como título:

Funções da Música

    A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende. (Arthur Schopenhauer)

    A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição. (Aristóteles)

    A música pode mudar o mundo porque pode mudar as pessoas. (Bono Vox)

    O homem que não tem a música dentro de si e que não se emociona com um concerto de doces acordes é capaz de traições, de conjuras e de rapinas. (William Shakespeare)

    Antes de tudo, a música. (Paul Verlaine)

    A música é o verbo do futuro. (Victor Hugo)

   Como é que um homem sem as virtudes que lhe são próprias pode cultivar a música ? (Confúcio)


Sugestão para o ROTEIRO:

  1. Dê uma ideia de quanto as pessoas ouvem músicas.

    Apresente alguns dados estatísticos de quantas músicas uma pessoa ouve por dia ou quantas músicas são publicadas por ano em todo o mundo.

    2. Defenda algumas razões da popularidade da música.

    Provoca sentimentos? Reconstrói circunstâncias agradáveis na memória? Celebra fatos históricos? Defende ideias? Une pessoas e povos?

    A música pode ser usada como elemento de comunicação, de informação? Por exemplo, os caminhões vendedores de gás?

    3. Entretenimentos dados por muitos como inúteis ou fúteis podem ser valiosos no desenvolvimento cerebral do indivíduo e da humanidade?

    A música colabora na configuração do cérebro? Embala desenvolvimentos psicomotores? Aperfeiçoa noções estéticas? Identifica ideologias?

    No filme Amadeus, de Milos Forman, Salieri atira um crucifixo ao fogo da lareira, maldizendo Deus por ter dado a Mozart, um promíscuo, e negado a ele, Salieri, talentos invejáveis.

    Salieri não podia compor músicas como Mozart porque seu cérebro possuía outra configuração?

    4. Toda música é importante pela simples razão de que existe alguém para ouvi-la?

    Por que os jovens estão ouvindo tanta música? Para ajudar a organizar o imenso volume de informações que recebem diariamente?

    5. A busca desenfreada por prazeres nos afasta da ideia de que o prazer é antes a satisfação de uma necessidade?

Gabaritos de REDAÇÃO:

Módulo 1 - Exercícios de aplicação - gabarito: 1D - 2B - 3A.

Módulo 2 - Exercícios de aplicação - gabarito: 1) - V - V - V - V. 2) - V - V - V. 3) V - V - V - F.

Módulos 3 e 4 - Exercícios de aplicação - gabarito: 1 - A linguagem REFERENCIAL é precisa nos seus significados, é denotativa, enquanto a EMOTIVA, ao contrário, é inspirada na individualidade daquele que fala ou escreve, de acordo com a emocionalidade do momento. 2 - Dissertar é defender ideias, posições, e isso precisa ser feito de forma clara e objetiva. 3 - B. 4 - A. 5 - D.

Módulo 5 - Exercícios de aplicação - gabarito: 1. a) A frase que sintetiza o texto é "O Supremo Tribunal Federal varreu da legislação brasileira mais uma herança da ditadura militar: a obrigatoriedade do diploma de jornalista para quem exerce a profissão". 1. b) O autor deixa clara a sua posição favorável à aplicação da lei imposta pelo Supremo Tribunal Federal ao usar termos depreciativos quanto à obrigatoriedade do diploma, tais como "varreu da legislação mais uma herança da ditadura militar" e "ao defender o fim dessa excrescência". Além disso, o autor expressa sua opinião ao afirmar que a imposição do diploma nessa área feria o direito constitucional, já que impedia as pessoas de manifestar seu conhecimento livremente por meio da atividade jornalística. 2 - C. 3 - D. 4. a) No trecho extraído da Folha de S. Paulo, a palavra "dizer" sugere que, com a reforma ortográfica, a palavra "jibóia" teve sua pronúncia modificada: a vogal "ó" seria pronunciada "ô". Essa afirmação é equivocada, pois regras ortográficas não têm poder para alterar a pronúncia, o que se pode notar na palavra "tranquilo", apresentada no quadro comparativo, a qual perdeu o trema, que era raramente usado, mas manteve a pronúncia. 4. b) No trecho "Eu sempre soube que a maior barreira para o meu sucesso em Bafatá era o C mudo..." ocorre a ironia, que consiste em apresentar uma alteração bastante superficial para a língua como grande empecilho para o sucesso do jornalista. 5. a) Pode-se entender que: "Há várias medidas que o governo deve tomar"; "Não há medidas que o governo possa tomar"; mas também há outras possibilidades de construção. 5. b) Na afirmação do enunciado, a palavra "só" significa "única" e desempenha função adjetiva; já no trecho apresentado no item b, a mesma palavra ocorre com sentido de "somente, apenas" e exerce função adverbial.

Módulos 6 e 7 - Exercícios de aplicação - gabarito: 1 (resposta livre); 2 (resposta livre); 3 - C; 4 - E.