Interesses


fazemos inúmeras coisas por interesse.

há o interesse que busca o alívio:

o alívio da dor, da fome, da sede,

e isso nos dá prazer.

há o interesse que busca o oposto:

o homem ou a mulher, a cidade ou o campo,

e isso nos dá muito prazer.

há o interesse de quem busca a si mesmo:

o autodesenvolvimento, o autoconhecimento,

e isso nos dá um imenso prazer.

o interesse do amor, contudo, não há.

o amor não tem interesse,

nem poderia ter,

porque não há nada além do amor.